PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Morte por catapora poderá, em breve, ser coisa do passado
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Morte por catapora poderá, em breve, ser coisa do passado

Morte por catapora poderá, em breve, ser coisa do passado

01/09/2011
  4516   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Agosto e setembro são os meses associados ao aumento de casos de Varicela ou Catapora, por isso devemos lembrar aos pais de verificar se a vacinação de seus filhos está em ordem. A vacina contra catapora faz parte do calendário oficial do Ministério da Saúde e é recomendada pela Sociedade Brasileira de Pediatria em duas doses, uma com um ano e um reforço entre 15 e 24 meses de idade. A vacina é encontrada com facilidade nas clínicas de vacinação.

O uso da vacina contra varicela (catapora) desde 1995 reduziu a taxa de mortalidade desta doença em 97% entre crianças e adolescentes, de acordo os dados do National Center for Health Statistics 1990-2007, dos EUA.

O estudo “Está próxima a eliminação de mortes por Varicela com a implementação nos EUA do Programa de Vacinação Infantil” aparecerá na edição de agosto de 2011 da Pediatrics (publicado online em 25 de julho).

Como as mortes por varicela são relativamente poucas, o principal benefício da vacina é a redução das horas de trabalho perdido pelos pais e cuidados médicos associados aos casos e complicações graves (internação), além, é claro, de evitar o sofrimento das crianças.

Os autores observam que as mortes por varicela são um poderoso lembrete da importância das vacinas para a prevenção de doenças. Na maior parte deste período 1995 – 2007, uma vacina de dose única foi usada para as crianças. Desde 2006, um regime de duas doses tem sido recomendado pela Academia Americana de Pediatria. Isso poderia eliminar completamente as mortes pela doença nessa faixa etária no futuro.

Leia também: Agora é a vez da catapora

Por que tomar a vacina?

Varicela é uma doença frequente na infância. Geralmente é leve, mas pode ser grave.

1- Ela causa uma erupção cutânea, prurido, febre e cansaço.

2- Pode levar à infecção de pele grave, cicatrizes, pneumonia, danos cerebrais ou morte.

3- O vírus da catapora pode ser transmitido de pessoa para pessoa através do ar ou pelo contato com o fluido de bolhas da catapora.

4- Uma pessoa que tenha tido varicela pode ter uma erupção cutânea dolorosa chamada Herpes Zoster anos mais tarde.

5- Antes da vacina, cerca de 11.000 pessoas eram hospitalizadas com varicela a cada ano nos Estados Unidos. E cerca de 100 pessoas morriam a cada ano como resultado da varicela nos Estados Unidos.

6- A maioria das pessoas que toma a vacina não tem a doença, mas se tiver, geralmente é muito suave, com menos bolhas, menos propensão a ter febre e complicações e com a recuperação mais rápida.

 

Fonte: Pediatrics online – 25, July 2011

Atualizado em 29 de janeiro de 2024

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

(CRM-SP 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, com especialização na Universidade de São Paulo (USP) e pós-graduação em Gestão na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás, David e Benjamim.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade

    Cadastre-se na nossa newsletter

    Cadastre-se abaixo para receber nossas comunicações. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade de Instituto PENSI.