PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Brincadeiras para fazer em casa com as crianças
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Brincadeiras para fazer em casa com as crianças

Brincadeiras para fazer em casa com as crianças

13/04/2020
  1958   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

O período de isolamento social por conta do coronavírus tem sido complexo para todos nós. As demandas do trabalho, do cuidado pessoal e de casa continuam, mas nosso dia a dia está bem diferente do habitual. A ausência temporária da escola reserva para os pais um desafio: o de criar momentos equilibrados de rotina e brincadeiras com os pequenos. Nesses tempos, que não são de férias e nem são dias normais, a criatividade e a disponibilidade podem ser parceiras incríveis para você e seu filho fazerem brincadeiras em casa.

É importante ainda ter em mente que esse momento incerto de isolamento traz inquietação em todos nós. No caso dos adultos, podemos conversar sobre isso, ler notícias e tentar dar sentido e calma a tudo o que estamos passando. As crianças, por outro lado, nem sempre podem entender o que está acontecendo. Mas a presença constante em casa, sem a creche ou a escola, podem ser fonte de agitação para os pequenos. Para os que ainda não falam ou não aprenderam muitas palavras, a brincadeira é fundamental para que seu mundo interno possa ser externalizado, como seus medos, vontades e fantasias.

Abaixo, seguem nove ideias de brincadeiras para fazer em casa que pais e filhos podem construir juntos, criando momentos de diversão e de vínculo positivo.

Cesto dos tesouros
(0 a 1 ano)
Um cesto com objetos com formas e texturas diferentes pode estimular as habilidades motoras e as percepções táteis, sonoras e visuais.

• Não coloque muitos objetos;
• Coloque o cesto no chão para que seu filho possa brincar livremente;
• Dê tempo ao bebê para que conheça os objetos e descubra para que servem antes de trocá-los;
• Não troque os materiais com frequência. A cada dia ele pode experimentar uma nova descoberta;
• Quando seu filho já conhecer bem todos os brinquedos, troque-os para que ele possa explorar outros mais!

Garrafa sensorial
(1 a 2 anos)
Experimentem construir essa garrafa sensorial juntos, colocando óleo, água, purpurina e lantejoulas, botões coloridos, brinquedos em miniatura, bolinhas de gel, e outros pequenos objetos coloridos e atrativos. Vale também colocar versões secas, com areia, pompons, bolinhas de gude, botões e fitas. Essa garrafa é um brinquedo que diverte ao mesmo tempo que estimula visualmente a criança. Vocês podem fazer com temas, como fundo do mar, natureza… É diversão garantida!

Massinha de modelar caseira
(2 a 4 anos)
Se a massinha de modelar, por si só, já é um sucesso em inspirar criatividade e brincadeiras de comidinha, bonecos, etc., imagina juntando com fazê-la juntos? Vocês podem usar outros objetos, como palitos e formas para dar novos formatos à massinha.

É importante que esses materiais sejam comestíveis, e o preparo seja feito com mãos e superfícies limpas. Fique atento onde a massinha vai ser colocada. Se for parar no chão, fique atento para ela não ir à boca. Preste atenção nos materiais e evite usá-los caso seu filho seja alérgico a um deles. Segurança e saúde em primeiro lugar.

Você vai precisar de:
•1 copo de farinha de trigo;
•½ copo de sal;
•½ copo de água;
• 1 dedo de óleo e corante alimentício ou corante natural como o urucum, por exemplo.

Numa bacia misture a farinha e o sal e, em seguida, adicione a água e o óleo. Misture até formar uma massa homogênea. Se ficar muito mole você pode adicionar mais farinha, e se ainda estiver seca e quebradiça adicione mais água. A massa de modelar pode ser conservada na geladeira em um pote fechado durante dez dias.

Telefone sem fio
(4 a 8 anos)
• 2 potes de iogurte
• Barbante no comprimento que você quiser
• Palito de dente
• Tesoura
• Agulha de crochê – ou qualquer agulha grossa, para furar o fundo dos potes.

Fure cada pote de iogurte para passar o barbante, usando a agulha. Após isso, passe a ponta do barbante pelo fundo do pote e faça um nó gordinho ou amarre em metade de um palito de dente, o importante é o fio ficar preso. Repita o processo com a outra ponta do barbante e com o segundo pote. Cada participante da brincadeira fica com um pote, com o barbante bem esticado. Agora é só falar e ouvir pelo pote!

Carrinho de papelão
(Acima dos 2 anos)
O exercício da criatividade, o contato com diferentes materiais e a possibilidade de transformar objetos em brinquedos são grandes oportunidades de desenvolvimento para as crianças, estimulando a imaginação e criando habilidades neuropsicomotoras.

• 1 caixa de papelão (limpa);
• Tesoura;
• Cola;
• 5 pratos de papelão ou plástico (você também pode recortar 4 círculos em outro papelão) – para as rodas e volante;
• 5 copos descartáveis, ou potes de iogurte;
• Fitas adesivas coloridas ou tinta guache (atóxica);
• Fitas adesivas resistentes – para segurar as dobras e encaixes da caixa.

Teatrinho de papelão
(Acima de 3 anos)
Mais uma brincadeira que pode ser feita em casa: no teatrinho, vocês podem criar histórias juntos ou narrar com os personagens alguma história do livro preferido do seu filho. Aproveitem a oportunidade de construir juntos esse teatrinho e o usem em outras oportunidades, não só nesse período de isolamento.

• 1 caixa de papelão;
• Tesoura – para fazer um retângulo vazado onde vai ser o “palco”;
• Cola;
• Recortes de tecido – para fazer as cortinas;
• Papel colorido ou tinta guache (atóxica) – para forrar as lateais da caixa;
• Recortes de personagens em papel;
• Palitos de picolé – para a base dos personagens de papel;
• Palito de churrasco (ou barbante forte) – para pendurar a cortina do teatro.

Amarelinha
(Acima de 4 anos)
Você só vai precisar de uma fita adesiva colorida (fina), e um objeto macio (que não pule, nem role) para selecionar o quadro desejado. Marque os quadros da amarelinha com a fita adesiva, e pronto: a brincadeira está pronta para começar!

Pista de carrinhos
(Acima de 2 anos)
Com auxílio de uma fita adesiva fina, você também pode criar uma pista, com faixas, estacionamento e obstáculos, no chão de casa. Depois disso, basta adicionar os carrinhos, árvores e animais. É simples e divertido! Você e seu filho podem pensar quais são os pontos principais das pistas, fazer pontos como a casa, escola, supermercado, rotatórias, e se divertirem juntos.

Livro de histórias
(Acima de 4 anos)
Juntos, cada um pode ir dando ideias para construir o enredo e personagens. Quem tiver habilidade de escrita (pode ser o adulto ou uma criança que já saiba escrever) vai escrevendo a história e também fazendo desenhos ou colagens com materiais reciclados (barbantes, tampas de garrafa, recortes de papel, celofane, folhas de árvores, algodão, recortes de tecido, botões, lantejoulas, palitos, macarrão cru, arroz, etc.) para ilustrar a história.

Nara Brito

Nara Brito

Psicóloga do desenvolvimento do Instituto PENSI

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade