PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Os benefícios da musicoterapia
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Os benefícios da musicoterapia

Os benefícios da musicoterapia

04/06/2013
  999   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Além de ajudar a acalmar os bebês, a atitude contribui para o desenvolvimento deles

musicoterapia em crianças

Nós do Hospital Infantil Sabará, nos preocupamos com os aspectos de humanização para com nossos pacientes e familiares. Entre as medidas que temos há mais de dez anos está a musicoterapia, que é feita por um grupo de jovens chamado Saracura, que faz imenso sucesso com pais e crianças.

Considerando esse fato, achei curioso esse artigo da revista Pediatrics, publicado na edição de abril, que fala sobre musicoterapia para prematuros, mas que, certamente, pode ser ampliado para todas as idades.

Elementos específicos de música têm qualidades terapêuticas que podem ser benéficas para um crescimento prematuro. Música gravada tem um medidor fixo e um nível de decibéis, o que não pode ser adaptado para atender às necessidades de uma criança comprometida da mesma maneira como a música ao vivo pode.

De acordo com um estudo realizado, três tipos diferentes de intervenções de terapia de música (disco com sons de oceano, ritmos com percussão e canções de ninar cantada pelos pais) tiveram um efeito positivo na saúde dos prematuros.

Os pesquisadores estudaram 272 crianças em 11 hospitais de unidades de terapia intensiva neonatal (UTIN). Eles descobriram que as músicas ao vivo fornecidas com objetivos terapêuticos podem aumentar a capacidade de um bebê prematuro para se alimentar, para dormir e para se autorregular, enquanto que o ruído pode ter um impacto negativo sobre crescimento e desenvolvimento.

A musicoterapia (combinada, no momento, com a taxa de respiração do bebê e dos sons do coração), bem como canções de ninar, pode melhorar os sinais vitais de um prematuro e oferecer oportunidades para a ligação. Cantigas de roda e de ninar, especialmente o canto de “canções selecionadas” (músicas culturalmente relevantes), também aliviam o estresse e a ansiedade de mães e pais, e melhoram a qualidade de vida de todos durante a estadia na UTIN.

Os autores do estudo concluem que os programas de musicoterapia prestam um valioso serviço para prematuros na UTIN. Os pais devem ser incentivados a cantar para os bebês e proporcionar uma voz familiar e reconfortante, com um tema rotineiro, para ajudar a desenvolver o vínculo emocional entre o bebê prematuro.

Como se pode ver, estamos no caminho certo, apostando na música como fator de humanização e de ajuda na recuperação de nossos pacientes e familiares.

Parabéns ao grupo Saracura que faz isso de maneira tão eficaz!

Por Dr. José Luiz Setúbal

Fonte:  The Effects of Music Therapy on Vital Signs, Feeding, and Sleep in Premature Infants | Pediatrics

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade