PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Dificuldades de aprendizagem e diferenças: o que os pais precisam saber
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Dificuldades de aprendizagem e diferenças: o que os pais precisam saber

Dificuldades de aprendizagem e diferenças: o que os pais precisam saber

22/10/2021
  190   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

As crianças aprendem muitas habilidades logo no início da vida, como ouvir e falar, ou como ler, escrever e matemática por exemplo. Algumas habilidades podem ser mais difíceis de aprender do que outras e isso é natural e difere de criança para criança. Se seu filho teve experiências de aprendizagem e instrução adequadas, mas não é capaz de acompanhar os colegas, é importante descobrir por que e como ajudar.

Crianças que aprendem e pensam de maneira diferente podem ter sucesso na escola, no trabalho e nos relacionamentos. Frequentemente, eles podem se beneficiar de uma ajuda que usa seus pontos fortes e visa todas as áreas de necessidade.

O que é uma deficiência de aprendizagem (DA)?

Dificuldade de aprendizagem é um termo usado para descrever uma série de diferenças de aprendizagem e pensamento que podem afetar a maneira como o cérebro recebe, usa, armazena e envia informações. Algumas crianças têm deficiências de aprendizagem específicas (também conhecidas como DAs), como dificuldades de leitura ou matemática. Outros podem ter condições que afetam o aprendizado, como transtorno de déficit de atenção / hiperatividade (TDAH) ou perda auditiva. Muitas crianças com diferenças e dificuldades de aprendizagem podem ter mais de uma deficiência ou condição de aprendizagem que afeta a aprendizagem.

O que causa dificuldades de aprendizagem?

Existem muitos motivos pelos quais uma criança pode ter dificuldades de aprendizagem. As causas nem sempre são conhecidas, mas em muitos casos as crianças têm pais ou parentes com dificuldades e dificuldades de aprendizagem e raciocínio iguais ou semelhantes. Outros fatores de risco incluem baixo peso ao nascer e prematuridade, desnutrição, estresse tóxico ou uma lesão ou doença durante a infância (por exemplo, traumatismo craniano, envenenamento por chumbo, uma doença infantil como meningite).

Independentemente da razão das dificuldades de aprendizagem, o primeiro passo é reconhecer que seu filho está tendo dificuldades e discutir suas preocupações com os professores e o pediatra dele. Juntos, vocês podem descobrir o que está contribuindo para as dificuldades e garantir que seu filho receba a ajuda necessária.

Como posso saber se meu filho tem diferenças e dificuldades de aprendizagem?

As diferenças de aprendizado e pensamento nem sempre são óbvias, mas existem alguns sinais que podem significar que seu filho precisa de ajuda. Lembre-se de que as crianças se desenvolvem e aprendem em ritmos diferentes. Fale com o professor do seu filho e informe o médico do seu filho se ele apresentar algum dos seguintes sinais:

  • Observe se algo está fora do comum.
  • Observe os comportamentos para determinar os padrões.
  • Fale com um professor, assistente social ou cuidador para validar.
  • Interaja com profissionais de confiança, como pediatras.

Crianças em idade pré-escolar podem ter:

Atrasos no desenvolvimento da linguagem:

Problemas com a fala:

  1. Por volta dos 2 anos e meio de idade, seu filho em idade pré-escolar deve ser capaz de falar frases ou sentenças curtas.
  2. Aos 3 anos de idade, seu filho deve falar bem o suficiente para que os adultos possam entender a maior parte do que eles dizem.
  3. Problemas para aprender cores, formas, letras e números.
  4. Problemas que rimam com palavras.

Problemas de coordenação: Aos 5 anos de idade, seu filho deve ser capaz:

  1. de abotoar roupas, usar tesouras e pular.
  2. Eles devem ser capazes de copiar um círculo, quadrado ou triângulo.

Períodos de atenção curtos. Entre 3 e 5 anos de idade, seu filho deve ser capaz de ficar parado e ouvir uma história curta. Conforme seu filho fica mais velho, ele deve ser capaz de prestar atenção por mais tempo.

Frustração ou raiva ao tentar aprender.

Crianças em idade escolar e adolescentes devem ser aptos:

  1. Seguir as orientações.
  2. Organizar-se e manter-se organizado em casa e na escola.
  3. Compreender as instruções verbais.
  4. Aprender fatos e lembre-se de informações.
  5. Ler, soletre ou pronunciar palavras.
  6. Escrever claramente (pode ter uma caligrafia ruim).
  7. Fazer cálculos matemáticos ou problemas com palavras.
  8. Concentrar-se e termine os trabalhos escolares.
  9. Explicar as informações claramente por meio de discurso ou por escrito.

 

Existe cura para as dificuldades de aprendizagem?

Não há necessariamente uma “cura” para as dificuldades de aprendizagem, mas existem muitas maneiras de ajudar as crianças e suas famílias a gerenciá-las de uma forma que as ajude a aprender e prosperar na vida. Desconfie de pessoas e grupos que afirmam ter respostas ou soluções simples. Você pode ouvir sobre exercícios para os olhos, movimentos corporais, dietas especiais, vitaminas e suplementos nutricionais. Não há boas evidências de que funcionem. Em caso de dúvida, converse com o médico do seu filho. Além disso, você pode entrar em contato com recursos confiáveis, como os listados na parte inferior desta página, para obter mais informações.

Quem pode ajudar?

Converse com o médico e os professores do seu filho sobre qualquer dificuldade de aprendizado que você notar. Os pediatras podem avaliar atrasos no desenvolvimento e outras condições que podem estar contribuindo para as dificuldades de aprendizagem. Eles também podem encaminhá-lo a especialistas em deficiências do neurodesenvolvimento, pediatria do desenvolvimento e comportamental, neurologia infantil ou psicologia infantil, por exemplo. Professores e outros especialistas em educação realizam testes de triagem ou avaliação para identificar problemas e determinar se intervenções precoces ou apoios na escola podem ajudar. A maioria das equipes de avaliação escolar inclui psicólogos e especialistas em aprendizagem.

Quatro maneiras pelas quais os pais podem ajudar os filhos que aprendem e pensam de maneira diferente

Além de trabalhar com os professores e médicos de seu filho, você pode ajudar a apoiar seu filho com deficiências e dificuldades de aprendizagem. Por exemplo:

  1. Concentre-se nos pontos fortes. Todas as crianças têm coisas que fazem bem e coisas que são difíceis para elas. Encontre os pontos fortes de seu filho e ajude-os a aprender a usá-los. Seu filho pode ser bom em matemática, música ou esportes. Ela pode ter habilidade em arte, trabalhar com ferramentas ou cuidar de animais. Certifique-se de elogiar seu filho sempre que ele se sair bem ou for bem-sucedido em uma tarefa.
  2. Desenvolva habilidades sociais e emocionais. As diferenças de aprendizagem combinadas com os desafios do crescimento podem deixar seu filho triste, zangado ou retraído. Ajude seu filho, dando amor e apoio, reconhecendo que aprender é difícil porque o cérebro dele aprende de uma maneira diferente. Tente encontrar clubes, times e outras atividades que enfoquem a amizade e a diversão. Essas atividades também devem gerar confiança. E lembre-se de que a competição não envolve apenas vencer.
  3. Use recursos e grupos de apoio para ajudá-lo a aprender mais sobre como educar uma criança com dificuldades de aprendizagem. Diferenças de aprendizado e pensamento são comuns. Você e seu filho não estão sozinhos nesta jornada.
  4. Planeje o futuro. Muitos pais cujos filhos aprendem e pensam de maneira diferente preocupam-se com o futuro. Ajude seu filho a se planejar para a vida adulta, incentivando-o a considerar seus pontos fortes e interesses na educação e nas escolhas de carreira. Lembre-os de que aprender de maneira diferente não está ligada ao quão inteligentes eles são. Na verdade, muitas pessoas com dificuldades de aprendizagem são muito brilhantes e crescem para ter muito sucesso no que fazem. Programas especiais de carreira e trabalho podem ajudar a aumentar a confiança, ensinando habilidades de tomada de decisão e de trabalho. Muitas faculdades têm programas de apoio aos alunos que aprendem e pensam de forma diferente para obter um diploma.

 

Lembrar

Crianças que aprendem e pensam de maneira diferente podem prosperar com o apoio certo. Quanto mais cedo você souber o que está acontecendo com seu filho, mais cedo poderá obter ajuda para ele. Converse com os professores e o médico de seu filho se tiver alguma dúvida sobre o aprendizado de seu filho.

Saiba mais:

https://institutopensi.org.br/dificuldades-de-aprendizagem-em-criancas-pequenas/

https://institutopensi.org.br/dificuldades-de-aprendizagem-e-diferencas-o-que-os-pais-precisam-saber/

https://institutopensi.org.br/dificuldades-de-aprendizagem-conhecer-perceber-e-enfrentar/

https://institutopensi.org.br/blog-saude-infantil/experiencias-traumaticas-precoces-e-as-dificuldades-escolares/

Fonte: Jennifer Zubler, MD, FAAP Academia Americana de Pediatria (Copyright © 2020)

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade