PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Micro-ondas – conselhos de segurança para evitar queimaduras
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Micro-ondas – conselhos de segurança para evitar queimaduras

Micro-ondas – conselhos de segurança para evitar queimaduras

03/05/2016
  883   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Vamos falar de um eletrodoméstico presente em boa parte das casas no Brasil. Quando o micro-ondas surgiu, há mais de 40 anos, havia muito medo sobre o que ele poderia causar nas pessoas, mas hoje em dia, com a popularização de seu uso, abordamos a segurança na utilização dele e como evitar queimaduras.

Os fornos de micro-ondas podem ser rápidos e convenientes de usar, mas o fácil acesso deles representa um perigo para as crianças.

Menores de dois anos já costumam ter contato com o micro-ondas, pois abrem a porta e retirem o conteúdo, colocando se em risco de queimaduras. Mesmo que o forno de micro-ondas esteja colocado no alto, uma criança pode subir em móveis ou outros objetos para alcançá-lo.

As famílias precisam se precaver para que as crianças pequenas não sejam capazes de acessar e abrir um micro-ondas. É uma das maneiras mais comuns de queimaduras e algumas delas são graves.

A maioria das crianças que vão para o hospital por queimaduras, não são mais aquelas produzidas por fogo; elas foram queimadas por comida ou algo que envolva a preparação e consumo de alimentos. Cerca de 156 mil lesões relacionadas com micro-ondas foram tratadas em salas de emergência dos Estados Unidos de 1990 a 2010, segundo dados nacionais. Quase três quartos dos ferimentos em crianças menores de cinco anos eram queimaduras.

Geralmente os pacientes são feridos por água ou líquido quente derramado, comida, toque ou contato com um ponto quente. As crianças também podem ser queimadas ao abrir sacos de pipoca de micro-ondas e outros recipientes, ou comer alimentos cozidos de forma desigual.

Não existem medidas de segurança para proteger as crianças de micro-ondas. Os pais precisam estar vigilantes e cientes de que este é um objeto de risco em suas próprias casas.

A AAP recomenda que os pais sigam essas cinco dicas para manter as crianças seguras em torno de micro-ondas:

  1. Siga o manual de instruções do fabricante para os procedimentos de operação recomendados e as precauções de segurança.
  2. Mexa bem os alimentos ou deixe-os descansar por dois minutos antes de prová-lo, para que o calor se distribua uniformemente.
  3. Certifique-se que as crianças pequenas não possam alcançar o micro-ondas.
  4. Nunca deixe uma criança sozinha enquanto a comida está cozinhando no micro-ondas.
  5. Se as crianças são jovens demais para seguir as instruções escritas, eles também são jovens demais para usar o forno de micro-ondas sem supervisão. Esta é a regra primordial de segurança.

 

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte AAP News (Copyright © 2015 Academia Americana de Pediatria)

 

As informações contidas neste site não devem ser usadas como um substituto para o cuidado médico e a orientação de seu pediatra. Podem haver variações no tratamento que o profissional pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade