PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Programa de Imunização 2016 é lançado pela AAP/CDC
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Programa de Imunização 2016 é lançado pela AAP/CDC

Programa de Imunização 2016 é lançado pela AAP/CDC

16/09/2016
  636   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

O calendário 2016 de imunização de crianças e adolescentes dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA foi lançado em março deste ano, com as últimas recomendações sobre vacinas desde o nascimento até os 18 anos de idade. O calendário do Ministério da Saúde do Brasil foi modificado em janeiro deste ano.

 

Um correspondente da Academia Americana de Pediatria (AAP) declarou que a “Recomendação da AAP e do Programa de Imunização-Estados Unidos de 2016” foi publicada na versão online e impressa da revista Pediatrics, edição março de 2016.

 

O calendário faz recomendações sobre o papiloma vírus humano (HPV) para incluir a vacina 9vHPV, que foi aprovada em 2014. A nova vacina abrange nove estirpes de HPV, oferecendo proteção de 80% contra câncer de colo de útero, vulva e câncer anal, causados por HPV. O calendário anterior recomendava a vacina contra o HPV a partir dos 11 anos de idade, mas devido a histórias de abuso sexual e o maior risco de contrair HPV, a orientação para a primeira dose é aos 9 anos. No Brasil, a recomendação atual é de duas doses com seis meses de diferença entre 9 e 13 anos.

 

O calendário de 2016 também assinala uma recomendação permissiva para a vacina meningocócica B para determinados adolescentes, dependendo da avaliação de um profissional da saúde e do risco individual de um adolescente. No Brasil esta vacina não está no calendário oficial. Para as crianças de alto risco, o calendário recomenda a vacina já com 10 anos de idade. A doença meningocócica B é rara, mas a infecção pode ser fatal. A vacina meningocócica B foi aprovada em 2014 pela Food and Drug Administration, por um processo acelerado em resposta a vários surtos em faculdades norte-americanas. O calendário recomenda a vacina meningocócica quadrivalente para todos os adolescentes de 11 a 12 anos de idade, com uma dose de reforço aos 16 anos para proteger contra outras quatro estirpes de bactérias. No Brasil, a Sociedade Brasileira de Imunizações recomenda a vacina quadrivalente (Meningite ACWY) em duas doses com seis meses de diferença no segundo ano de vida, e no calendário oficial, a Meningite C em três doses no primeiro ano.

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: Pediatrics março de 2016 –

Recomendação da AAP e Programa de Imunização-Estados Unidos de 2016 ,”

http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/leia-mais-o-ministerio/197-secretaria-svs/13600-calendario-nacional-de-vacinacao

 

http://www.sbim.org.br/wp-content/uploads/2015/10/calend-sbim-crianca-0-10-anos-2015-16-150804b-spread.pdf

 

As informações contidas neste site não devem ser usadas como um substituto para o cuidado médico e a orientação de seu pediatra. Podem haver variações no tratamento que o profissional pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.

 

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade